Espaço Naturológico | Terapêutico | Preventivo

Arquivo para abril, 2011

Quiropraxia IV : Recomendações

 

Por Ozemar Costa


Para estar por dentro, leia os posts –  Quiropraxia, Histórico da Quiropraxia e Quiropraxia: Indicações e contra-indicações.

 

Como sentar corretamente

Existem três princípios básicos que se deve ter em mente quando se pensa em postura ao sentar:

1. “O homem não foi “projetado” para ficar parado muito tempo”. Não importa o quão correta é a postura de uma pessoa, se ela permanecer mais de 20-40 minutos nesta postura, ela vai começar a sentir desconforto. Portanto, é preciso variar a postura periodicamente.

2. “A postura correta deve ser obtida com o mínimo de esforço muscular”. Mesmo quando a postura aparenta estar correta, se para mantê-la for necessário contrair os músculos, ela não é adequada, uma vez que uma postura tensa faz com que os músculos fiquem doloridos provocando problemas como dores de cabeça ou dores nos ombros.

3. “A lordose lombar deve ser mantida”. Uma leve concavidade na região da coluna lombar, chamada de lordose lombar, e facilmente perceptível ao se ficar em pé, é perfeitamente normal e saudável, uma vez que diminui a carga de peso sobre as vértebras e a cintura. Entretanto, ao sentar essa lordose diminui ou até mesmo se inverte o que pode vir a parecer confortável no início, mas provoca uma grande tensão sobre as costas. Portando, ao se sentar é preciso se preocupar em manter a lordose com um bom apoio, para não aumentar a tensão dos músculos.

 

Como sentar corretamente para trabalhar com o computador

• Os pés e as pernas: a altura da cadeira deve ser regulada para que a sola dos pés fique bem apoiada no chão e os joelhos num nível um pouco mais baixo do que o quadril. Não há contra-indicação em mudar a posição das pernas com freqüência. No entanto, não é indicado usar um tablado elevado para apoiar os pés, pois estes devem ter liberdade de movimento.
• A cintura: o ideal é sentar bem atrás da cadeira, com as nádegas tocando no encosto, ou no vão do encosto.
• O tronco: o tronco deve estar ereto, com as costas bem apoiadas no encosto e mantendo uma ligeira lordose lombar. As omoplatas devem estar acima do nível do encosto da cadeira, liberando o movimento dos braços.

• Os braços e as mãos: os braços devem estar em posição de repouso, com os cotovelos ao longo do corpo, permitindo que os ombros e o pescoço fiquem relaxados. Nesta posição, os cotovelos ficam dobrados/flexionados em 90 graus e as mãos repousam naturalmente sobre o teclado. O ideal é não apoiar os punhos sobre a superfície da mesa, deixando as mãos livres para digitar.

• O pescoço e a cabeça: o ponto médio do monitor deve ficar um pouco abaixo da altura dos olhos. Assim, com a cabeça ereta, ombros e pescoço vão permanecer relaxados.

Além das dicas de como sentar a frente do computador, é necessário ter em mente de que é preciso periodicamente fazer pausas levantando-se, bocejando e espreguiçando-se.

 

Como deitar corretamente para dormir

Durante uma noite de sono é normal e saudável mudar de posição algumas vezes, uma vez que isso favorece a diminuição da pressão sobre a parte do corpo em contato com o colchão ou travesseiro. É indicado dormir de barriga para cima, ou de lado, ou variando entre as essas duas posições. Ao dormir a coluna deve ficar alinhada e os músculos relaxados.

Para a coluna ficar alinhada, é importante não dormir com um travesseiro muito alto, ao deitar de barriga para cima, nem com um travesseiro muito baixo, ao deitar de lado. Nessa posição é importante também desviar o ombro um pouco para frente ou para trás, impedindo que haja muita compressão sobre este, além de ser necessário deixar o pescoço alinhado com o resto da coluna. Dormir em “posição fetal” e de bruços são duas posições que devem ser evitadas, uma vez que a primeira deixa a coluna curva e a segunda provoca um estresse muito grande sobre as colunas cervical e lombar, impedindo um bom alinhamento da coluna.

Relaxar os músculos ao dormir é necessário para não acordar com dor. Manter os punhos fechados, ou rangem os dentes, são alguns quadros que dificultam o sono restaurador. Para combater esse mal é preciso começar a relaxar algumas horas antes de ir para a cama. Ao deitar-se, é indicado permanecer alguns minutos com a luz apagada, conscientizando-se sobre a postura do corpo, e procurando soltar os músculos tensos.

 

COMO LEVANTAR PESOS CORRETAMENTE

1. Mantenha os pés afastados, proporcionando uma boa base de apoio para o corpo.
2. Mantenha os joelhos flexionados.

3. Mantenha as costas arqueadas para trás. Para isso, é necessário que os músculos das costas estejam sempre contraídos.

4. Mantenha o objeto próximo do seu corpo.

 

O QUE NÃO FAZER:

1. Não rode o tronco enquanto estiver carregando pesos.

2. Não curve as costas para carregar um peso.

3. Não deixe os joelhos esticados, ou os pés juntos.

4. Não erga objetos distantes do seu corpo.

 

• Lembre-se: é necessário sempre pedir auxílio para levantar objetos pesados e nunca tentar levantar sozinho objetos mais pesados do que 25% do peso corporal.
Os músculos das extremidades inferiores (a região glútea, coxas, pernas e pés) são os maiores e mais fortes do corpo, e raramente se lesam ao levantar pesos. Os músculos da coluna, por sua vez, são menores, e tem como principal função estabilizar o tronco, e não levantar pesos. Ao levantar pesos, é necessário contrair estes dois grupos de músculos, mas por motivos diferentes: os músculos das costas contraem-se para proteger as costas, enquanto os músculos das pernas contraem-se para levantar o objeto.

 

Alguns sites indicados:

http://www.quiropraxis.com.br

http://pt.wikipedia.org

http://openlink.br.inter.net

http://www.quiropraxia.com.br

 

 

Ozemar Costa é quiropraxista. Para conhecê-lo um pouco mais, acesse Profissionais.

 

 

(Crédito da imagem: espacointegracao.com.br).

Anúncios

Hipnose II: Estudo de caso

 

Por Fernanda Bonemann


Para mais informações, leia o post: Hipnose e auto-hipnose

 

Falando sobre tratamento com a hipnose, relaxamentos terapêuticos, regressão de memória.

 

Relato um caso onde a mãe de uma menina de 10 anos me procurou, pois sua filha desde os 7 anos de idade tomava medicamento controlado, sendo diagnosticado por outro profissional que a menina tinha algum tipo de pânico, pois tinha muito medo quando se deparava com determinadas situações.

Um delas que mais a atrapalhava era na hora na hora de fazer trabalhos escolares e as avaliações na sala de aula. Ela desenvolvia tal ansiedade, que para era um sacrifício fazer os trabalhos e até mesmos as atividades que a professora pedia para fazer em casa.

Então através da hipnose e dos relaxamentos terapêuticos, a menina conseguiu lembrar exatamente o dia onde esse trauma se formou. Ela relatou que tinha sido em um dia que estava tendo avaliação na escola e outra criança perto dela havia “colado” do colega, mas a professora achou que tivesse sido ela, e sem questionar sobre o fato, a professora simplesmente tomou sua prova, dando-lhe a nota zero.

Depois, fazendo a harmonização desse fato, ela já sentia melhor e após algumas sessões de terapia, estava muito bem. Quando chegava ao consultório, percebia que a fisionomia tinha mudado, os olhinhos já brilhavam mais. Ela chegava para os atendimentos mais feliz e contava que estava conseguindo fazer os trabalhos em casa com mais tranqüilidade, que conseguia estudar para as avaliações com mais calma, conseguindo tirar boas notas nas avaliações.

Foi muito gratificante poder ter ajudado esta menina, que no último atendimento chegou entregando cartinhas, desenhos e extremamente feliz por ter passado de ano.

 

Fernanda Bonemann é psicoterapeuta. Graduanda em Naturologia Aplicada. Para conhecê-la um pouco mais, acesse Profissionais.

 

 

(Crédito da imagem: segurasepuder.blogspot.com)


Massoterapia II – A massagem como tratamento

 

Por Márcia Watanabe Hitaka


Para ficar por dentro, leia o post, Massoterapia I – Introdução, Histórico, o Ciclo da dor.

 

O toque, em si mesmo, possui um imenso valor e transmite uma mensagem imediata de carinho, aceitação e apoio. É fator essencial no estabelecimento de um senso de auto-estima para o paciente. A aceitação do toque é um grande passo no processo da cura emocional, demonstrando que o paciente está começando a gostar de si mesmo e a confiar em outra pessoa. Ela também ajuda a tratar a psique e permite que o paciente lide melhor com seus problemas e com as circunstâncias vividas” M. Cassar.


MECANISMO DE AÇÃO

A pele cobre toda a superfície do corpo; é o maior órgão sensorial do corpo. Protege-nos das toxinas e danos, mantém a temperatura corporal e é importante na produção de vitamina D. Ela recebe estímulos como toque, pressão, dor e temperatura.

Temos na pele receptores sensoriais. Cada tipo de receptor é especializado, só respondendo a um tipo especifico de estimulo. Assim, eles são classificados como: mecanoceptores, quimioceptores e termoceptores.

Assim, ao receber o toque terapêutico, a nossa pele, através dos receptores sensoriais, mecanoceptores, iniciam a atividade neural dentro do neurônio aferente. Segundo Cassar (2001), essas atividades neurais iniciais são chamadas de potenciais graduados, que são traduzidos em potencial de ação. Assim, os neurônios sensoriais conduzem informações dos receptores para a medula espinhal, para os trajetos ascendentes dentro da coluna e para o cérebro (tronco cerebral, tálamo e córtex).

Cassar (2001, p. 37), explana sobre o efeito mais freqüente da massagem, que é a sensação geral de bem-estar:

“[…] que se manifesta pela atividade autônoma. O relaxamento conquistado com a massagem tem um efeito indireto sobre o sistema nervoso autônomo e, em particular, sobre a divisão parassimpática. O relaxamento profundo supostamente aumenta a estimulação parassimpática, e parece que, quanto mais relaxado o individuo torna-se durante e após a massagem, maior a estimulação. Um centro primário nesse circuito complexo é o hipotálamo, que controla a maior parte do sistema nervoso autônomo e o integra ao sistema endócrino. O hipotálamo faz parte do sistema límbico e responde aos impulsos recebidos de neurônios sensoriais viscerais e somáticos. Ele também responde a emoções internas como medo, ansiedade, expectativa e relaxamento”.

 

TRATAMENTO PARA A DOR

Por que a massagem pode ser utilizada para o tratamento da dor?

  • Através do toque, há a aplicação de várias manobras. A massagem vai estimular o organismo a produzir analgésicos naturais como a serotonina e a endorfina.
  • Durante a massagem, há um aumento do fluxo sanguíneo, ocorrendo uma vasodilatação, facilitando assim, o deslocamento de metabólicos e catabólicos (toxinas) para eliminação. O excesso de toxina no corpo provoca a dor.
  • Portal da dor: para entendermos como ocorre, citarei um exemplo. Supondo que você bata o cotovelo e depois, instintivamente, friccione o local com a mão, por causa da dor. Neste caso, de uma forma resumida (fisiologicamente) vamos pensar em duas classes de fibras: a A e a C, aonde as fibras de classe A são as do tato, mais calibrosas e mielinizadas, e as fibras classe C, seriam da dor da pancada, mais lentas e sem a bainha de mielina. Neste exemplo, quando as fibras A são ativadas, além da condução ser mais rápida, ativaria um interneurônio na substância gelatinosa e provocaria uma inibição pré-sináptica nos receptores que conduzem a dor, como se um portão fosse fechado. Assim, a recepção do tato – através da fricção -chegaria antes da dor, atenuando a sensação dolorosa.

 

EFEITOS FISIOLÓGICOS

Aumento da circulação sanguínea e linfática, aumento do fluxo de nutrientes, remoção dos produtos catabólicos e metabólicos, estimulação do processo de cicatrização, resolução do edema e hematoma crônico, aumento da extensibilidade do tecido conjuntivo, alivio da dor, aumento dos movimentos das articulações, facilitação da atividade muscular, estimulação das funções autonômicas e viscerais, remoção das secreções pulmonares, promoção do relaxamento local e geral (DARÉ e EBELE, 2006).

 

EFEITOS MECÂNICOS

Movimento de: linfa, sangue venoso, secreções pulmonares, edema, conteúdo intestinal e de hematomas (DARÉ e EBELE, 2006).

Mobilização de: fibras e massas musculares, tendões e tendões em bainha, pele e tecido subcutâneo, tecido cicatricial e aderências (DARÉ e EBELE, 2006).

 

EFEITOS PSICOLÓGICOS

Relaxamento físico, alívio da ansiedade e tensão (estresse), estimulação da atividade física, alivio da dor, sensação geral de bem-estar (DARÉ e EBELE, 2006).

 

CONTRA-INDICAÇÕES GERAIS (DARÉ e EBELE, 2006).

  • Infecção aguda
  • Doença de pele nos locais afetados
  • Câncer ou tuberculose
  • Presença de corpos estranhos (caco de vidro, bala,etc.)
  • Gestação até o terceiro mês de gravidez
  • Inflamação aguda
  • Feridas abertas.
  • Trombose (Cassar, 2001)

 

Portanto, a massoterapia pode ser definida como um conjunto de manobras que consiste na mobilização e manipulação da pele, músculos e articulações, visando promover o bem-estar do organismo. Indicado para a prevenção e/ou tratamento auxiliar de dores de cabeça, rigidez na nuca e ombros, ansiedade, constipação, desintoxicação orgânica e melhoria do fluxo sanguíneo, linfático e energético.

 

O contato, através do toque, possibilita o desenvolvimento da consciência e sensibilização corporal.

 

Numa abordagem holística, a dica para um bom resultado envolve uma série de mudanças no seu dia-a-dia. Considerar reeducação: postural, alimentar e emocional; alongamentos diários, atividades físicas regulares, enfim, cuidar mais de si, não delegando a responsabilidade integral para terceiros.

 

Bibliografia consultada:

ARIELI, S.L.E. Como funciona o seu corpo. São Paulo: Quark do Brasil, 1998.

CASSAR, M.P. Manual de massagem terapêutica. São Paulo: Manole, 2001.

DARÉ, P., EBELE, R. Apostilas da cadeira de Massoterapia – material não publicado –  curso de Naturologia Aplicada – Unisul: 2006.

FRITZ, S. Fundamentos da massagem terapêutica. São Paulo: Manole, 2002.

SINGI, G. Fisiologia dinâmica. São Paulo: Atheneu, 2001.

 

 

Márcia Watanabe Hitaka é naturóloga. Para conhecê-la um pouco mais, acesse Profissionais.

 

 

(Crédito da imagem: elanerebello.blogspot.com).


Agendamentos: Quiropraxia e desintoxicação por metais pesados

 

Olá pessoal,

 

 

Os profissionais, Ozemar Costa – quiropraxista – e Débora Pasquati – naturóloga – estarão atendendo no Spatiu Florescer de 08 à 13 de maio.

 

 

Para conhecer o trabalho de Ozemar Costa, acesse Profissionais e vejam os posts:

–         O que é quiropraxia?

–        Histórico da quiropraxia

–        Quiropraxia: Indicações e contra-indicações

 

 

Para conhecer Débora Pasquati, acesse Profissionais e vejam os posts:

–         Intoxicação silenciosa

–         Terapia Bio-elétrica

–         Casos de intoxicação por metais pesados

–         O que é Prata coloidal?

–         Metafísica I

 

 

Além dos tratamentos, estará a venda o litro da Prata coloidal concentrada (diluída, rende mais 4 litros).

 

 

Para agendamentos e maiores informações, Márcia:

(48) 8821-7358

marciahitaka@yahoo.com.br