Espaço Naturológico | Terapêutico | Preventivo

Auriculoterapia

 

Por Evellyn Stimamiglio Wagner

 

Auriculoterapia = aurículo (orelha) + terapia (tratamento)

 

É uma terapia que trata e equilibra o organismo através do pavilhão auricular, pois a orelha é um microssistema do corpo. A explicação para isto se dá pela Escola Francesa, que justifica o funcionamento desta terapia através de ramificações nervosas que ligam os pontos auriculares a regiões do cérebro, ou pela Escola Chinesa, que diz que o pavilhão auricular tem  uma comunicação direta e indireta com o corpo através dos meridianos (canais energéticos).

Antropólogos chineses, encontraram em escavações, documentos antigos que evidenciam o uso da orelha para tratar diversas doenças. Cabe ressaltar que a auriculoterapia é uma técnica da Medicina Tradicional Chinesa, apesar  de ter sido utilizadas por outros povos da antiguidade como egípcios, turcos, incas, astecas e indígenas.

Por volta de 1950, o francês Paul Nogier descobre a técnica por meio do tratamento de ciatalgia que fazia em seus pacientes, cauterizando um ponto do pavilhão auricular. Iniciou então, seus estudos, comparando a orelha com um feto invertido e batizou a técnica como Auriculoterapia. A partir disso, a técnica se difundiu. Foram publicados livros e trabalhos que contribuíram para o desenvolvimento da técnica.

 

Contraindicações:

Pontos que tenham relação com o abdômen da paciente em gestação até o terceiro mês de gestação, como por exemplo, o ponto do útero, para evitar o nascimento precoce do bebê. Em cardiopatas e idosos, evitar estímulos muito fortes e/ou estimulação de muitos pontos.

 

Diagnóstico:

Faz-se uma avaliação da orelha, tendo as seguintes etapas: anamnese, inspeção e palpação. A anamnese nada mais é do que coletar dados e saber a principal queixa do interagente. A inspeção consiste em observar a orelha sem tocá-la e verificar presença de sinais. A palpação é feita através do toque digital e uso de um instrumento chamado apalpador, a fim de identificar pontos dolorosos. A partir daí, selecionar os pontos que serão usados no tratamento.

Empregam-se agulhas filiformes, agulhas semipermanentes ou sementes. Normalmente, um ciclo de tratamento corresponde a dez sessões. Após, recomenda-se um descanso de 20 dias para se iniciar um novo ciclo. Evidentemente, cada interagente/paciente é único, assim, após a anamnese e palpação, o profissional poderá indicar como será conduzido o tratamento.

Cada região do corpo corresponde a um ponto/área específica. São divididos em pontos de área correspondente, que levam esse nome de acordo com as partes anatômicas do nosso corpo (ex.: coluna cervical, olho, mama, entre outros), pontos de ação específica, na qual correspondem a uma determinada ação (ex.: ansiedade, asma, fome, vertigem), pontos relacionados a Medicina Tradicional Chinesa, correspondendo aos órgãos e vísceras, pontos do sistema nervoso ( ex.: cérebro, subcórtex, sistema simpático) e os pontos do sistema endócrino, que produzem influência na liberação de determinados hormônios (ex.: hipófise, adrenal, tireoide)

São usados tanto a parte ventral quanto a parte dorsal da orelha, sendo que o dorso trata disfunções musculoesqueléticas.

 

As vantagens dessa terapia é que tem bons e rápidos resultados, baixo custo e o interagente, por estar com as sementes na orelha, mantém seu tratamento mesmo não estando em consultório, pois a técnica serve de complemento de outras terapias que são realizadas semanalmente.

 

 

Referências bibliográficas

NEVES, M. L. Manual Prático de Auriculoterapia. 3ª edição. Porto Alegre: Ed. Do Autor, 2011.

REICHMANN, B. T. Auriculoterapia – Fundamentos de Acupuntura Auricular. 4ª edição. Curitiba: Tecnodata, 2002.

 

 

Evellyn Stimamiglio Wagner é naturóloga, pós-graduanda em Acupuntura. Para conhecê-la um pouco mais, acesse Profissionais.

 

 

(Crédito da imagem: clinicaholisticanaturopata.blogspot.com.br/p/auriculopuntura.html)

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s